Artigos

24/09/2018

Novas taxas para financiamento imobiliário e riscos antigos

Começam a vigorar hoje (24/09/2018) novas taxas para financiar imóveis. Muitos são os cuidados que se deve ter ao comprar um imóvel, dividimos esses cuidados em dois gêneros: Aqueles em relação ao financiamento e em relação ao próprio imóvel.

No primeiro caso, o banco obrigar o financiado a contratar um seguro, uma capitalização, um consórcio ou até mesmo fechar contrato com sua própria seguradora ou uma seguradora parceira, tal conduta além de ilícita é passível de danos morais.

Há os perigos em relação as taxas pactuadas no próprio contrato bancário, o consumidor combina com a instituição uma taxa de 9% e no decorrer do contrato paga 10,5%, 11% ao até mais, além das já conhecidas e ilegais TAC/TEC, (Tarifas).

Os riscos que o imóvel oferece também não são poucos. Há riscos ligados a construção, como desnivelamento de piso, infiltrações, desconformidades em relação ao projeto arquitetônico e ao memorial de incorporação, entre outros.

Também é preciso verificar possíveis débitos em nome do imóvel e/ou de seu proprietário, dos mais simples como IPTU, taxas condominiais, taxa de bombeiros até os mais complexos de serem encontrados como débitos trabalhistas e execuções cíveis.

As taxas são novas e tem um impacto motivacional muito forte no mercado, mas os problemas e riscos dos quais o consumidor fica exposto são velhos, deixando adquirentes prejudicados tendo que resolver tais estorvos no auxílio do poder judiciário.

 

André Frutuoso.

Compartilhe:


VOLTAR

Compartilhe no WhatsApp

NEWSLETTER